SEJA BEM-VINDO EM NOME DE JESUS

Esse blog tem objetivo de divulgar a palavra de Deus através de estudos bíblicos .







Venha estudar comigo, mande sugestões de tema para juntos aprendermos da palavra de Deus.





Nesse momento estamos estudando o livro de apocalipse capítulo por capítulo, cada estudo sendo publicado uma vez por semana nas segundas-feiras!





segunda-feira, 19 de abril de 2010

ESTUDO 3

Interpretação Simplificada

O ser humano desde os primórdios, em todas as culturas, buscou ter conhecimento do futuro, o homem tem a necessidade de conhecer o que está por vir, e hoje nos nossos dias não é diferente, cada mudança no cenário político, na natureza ou na religião tem agitado os corações humanos em busca de uma resposta apocalíptica.
Sabemos que a história teve um começo e certamente terá um fim, sabemos que Deus é o criador de todas as coisas e Ele também é o Consumador de todas as coisas, Ele é o principio e o fim, o Alfa e o Omega.
E o apocalipse tem a revelação desse fim, ele nos traz a certeza que Deus colocará um ponto final na história.
Mas a literatura simbológica do livro - que para os primeiros destinatários tinham um sentido, tinha a perfeita compreensão - tem dificultado a interpretação dessa mensagem para os crentes posteriores a época da escrita, e isso tem criado fantasias, mitos, que o livro de apocalipse é um livro misterioso, selado e que não pode ser entendido.
Também tem confeccionado diversas interpretações, cada estudioso tem a liberdade de interpretar esse livro conforme o seu entendimento e é claro que para isso é importante, respeitar as doutrinas fundamentais do cristianismo e acima de tudo as Escrituras Sagradas, para que nosso entendimento não contradiga o restante da Bíblia e nem criemos uma heresia, como tantos outros estudiosos fizeram no decorrer da história da Igreja.
Daqui por diante estaremos interpretando o apocalipse, buscando uma visão simplificada do livro, tentaremos descortinar a mensagem apocalíptica, porque afinal esse livro é a revelação de Jesus Cristo para a Igreja.

Capítulo 1 de Apocalipse - Introdução do livro


Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deu para mostrar aos seus servos o que em breve há de acontecer. Ele enviou o seu anjo para torná-la conhecida ao seu servo João, que dá testemunho de tudo o que viu, isto é, a palavra de Deus e o testemunho de Jesus Cristo.(Ap 1.1-2)



O versículo primeiro nos mostra a chave para a interpretação do livro. O livro é a revelação (tirar o véu, desvendar) da mensagem de Jesus Cristo à João, que em breve há de acontecer (tempo indeterminado, mas não demorado). Jesus enviou o seu anjo para tornar a revelação conhecida (notificou, grego semainõ, quer dizer “indicar”, “ensinar por símbolos”), ao seu servo João, ou seja, a mensagem do livro é um ensinamento simbólico 1.
Devemos sempre nos lembrar disso, se de fato queremos conhecer a verdade contida no livro. Sua mensagem nos vem não por uma interpretação literal de suas palavras e sim pela interpretação dos símbolos. “É um livro de desenhos divinos” 2.



Feliz aquele que lê as palavras desta profecia e felizes aqueles que ouvem e guardam o que nela está escrito, porque o tempo está próximo.(Ap 1.3)



O versículo terceiro é uma referência a leitura das escrituras sagradas no culto. É Bem-aventurados os que lêem o conteúdo dessa mensagem no culto público e os que ouvem essa mensagem, e tantos os que lêem quantos os que ouvem precisam guardar esses ensinamentos.
Ele traz mais uma referência de que as revelações estavam para acontecer, isso não significa que todas as profecias do livro seriam cumpridas imediatamente. O livro não nos informa tempo preciso para o cumprimento de todas as profecias, mas não faz sentido algum, para os cristãos contemporâneo de João uma revelação que falasse apenas do tempo futuro, algo que aconteceria apenas milhares de anos depois, eles precisavam de uma mensagem que confortassem os seus corações, que lhe dessem força para resistir as dificuldades e que garantissem um alívio imediato e uma vitória final e completa. E é exatamente essa mensagem que é revelada à João por Jesus.


João às sete igrejas da província da Ásia: A vocês, graça e paz da parte daquele que é que era e que há de vir, dos sete espíritos que estão diante do seu trono, e de Jesus Cristo, que é a testemunha fiel, o primogênito dentre os mortos o soberano dos reis da terra. Ele nos ama e nos libertou dos nossos pecados por meio do seu sangue. E nos constituiu reino e sacerdotes para servir a Deus e Pai. A ele sejam a glória e poder para todo o sempre! Amém.(Ap 1.4-6)



Os versículos 4 à 6 é a saudação de João as Igrejas da parte de Deus Pai, Deus Filho, e Deus Espírito Santo, uma referência a Trindade.

Quando João diz que a mensagem é daquele que é que era e que há de vir, ele esta se referindo ao Deus o grande EU SOU (ex 3.14-15). E depois ele se refere ao Espírito Santo quando diz que é da parte dos sete espíritos que estão diante do seu trono.

Todas as vezes que o apocalipse mencionar os setes espíritos ele está se referindo ao Espírito Santo.


Eis que ele vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que transpassaram, e todos os povos da terra se lamentarão por causa dele. Assim será amém.(Ap 1.7)


O versículo sete esta se referindo a volta de Jesus que será pessoal, física, visível e irá envolver toda a terra. Assim com ascensão de Jesus aos céus foi vista pelos discípulos, sua volta será da mesma forma (At 1.11).


Eu sou o Alfa e o Ômega”, diz o Senhor Deus, o que é, o que era e o que há de vir, o Todo-poderoso. (Ap 1.8)


Alfa e o Ômega é a primeira e a ultima letra do alfabeto grego e esta indicando que Jesus é o autor e consumador de todas as coisas, o inicio e o fim.

o que é, o que era e o que há de vir, o Todo-poderoso uma indicação da infinitude de Deus, o Senhor é eterno, atemporal e onipotente.



Eu, João, irmão e companheiro de vocês no sofrimento, no Reino na perseverança em Jesus, estava na ilha de Patmos por causa da palavra de Deus e do testemunho de Jesus (Ap 1.9)



João esta dizendo que estava enfrentando as mesmas dificuldades, as mesmas perseguições que os outros cristãos por causa da palavra e o testemunho de Jesus . É uma indicação do exílio que João sofrera e uma indicação que nem todos os cristãos verdadeiros foram mortos na perseguição, alguns foram torturados e outros exilados.


No dia do Senhor achei-me no Espírito e ouvi por trás de mim uma voz forte, como de trombeta, que dizia: “Escreva num livro o que você vê e envie a estas sete igrejas: Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia e Laodicéia” (Ap 1.10)



No dia do Senhor - é uma referência ao domingo. E achei-me no Espírito - demonstra o caráter da experiência de João, foi uma experiência espiritual. Uma voz forte, como de trombeta - demonstra a autoridade de quem estava falando.Nesse versículo nos mostra os destinatários da carta do apocalipse, era para as Igrejas da Ásia, que estavam representando todos os cristãos.


Voltei-me para ver quem falava comigo. Voltando-me vi sete candelabros de ouro e entre os candelabros alguém “semelhante a um filho de homem”, com uma veste que chegava aos seus pés e um cinturão de ouro ao redor do peito. Sua cabeça e seus cabelos eram brancos como a lã, tão brancos quanto a neve, e os seus olhos eram como chama de fogo. Seus pés eram como o bronze numa fornalha ardente e sua voz como o som de muitas águas. Tinha em sua mão direita sete estrelas, e de sua boca saía uma espada afiada de dois gumes. Sua face era como o sol quando brilha em todo o seu fulgor. (Ap 1.12-16)


A visão: João esta dizendo que viu Jesus entre as Igrejas, e depois descreve os atributos de Jesus. A veste que chegava aos seus pés e um cinturão de ouro ao redor do peito – simboliza Cristo como sacerdote e Rei. Sua cabeça e seus cabelos eram brancos como a lã, tão brancos quanto a neve – Simboliza a Santidade de Jesus. E os seus olhos eram como chama de fogo – Simboliza sua visão acurada, onisciência. Seus pés eram como o bronze numa fornalha ardente (ou latão reluzente) – Simboliza fortaleza, nos tempos de João o Latão era conhecido como o mais resistente dos metais. Sua voz como o som de muitas águas – Simboliza a autoridade e soberania de Deus, para Ezequiel a voz de Deus suava também dessa forma (Ez 43.2). Tinha em sua mão direita sete estrelas – nos indica que Jesus tem em suas mãos os pastores das Igrejas, tem autoridade sobre eles. E de sua boca saía uma espada afiada de dois gumes – Simboliza a Justiça de Deus, o poder e o direito que Jesus tem para Julgar o mundo através de sua palavra. Sua face era como o sol quando brilha em todo o seu fulgor. - Simboliza a luz de Cristo, e sua majestade.


João esta descrevendo Jesus como o Criador e consumador de todas as coisas, aquele que ressuscitou e vive eternamente e que tem o poder da vida e o controle da morte.



Quando o vi, caí aos seus pés como morto. Então ele colocou sua mão direita sobre mim e disse: “Não tenha medo. Eu sou o Primeiro e o último. Sou aquele que Vive. Estive morto mas agora estou vivo para todo o sempre! E tenho as chaves da morte e do Hades. (Ap 1.17-18)


Jesus ordena que João escreva, a visão tanto as que iriam acontecer no seu tempo, quanto as que acontecerão no futuro. Esse é o grande mistério da Igreja e de seus pastores.

O capítulo primeiro do apocalipse é uma introdução do livro, ele mostra de quem é a mensagem, quem escreveu, como escreveu e qual o destino da mensagem.

Com as explicações dos versículos do capítulo primeiro concluímos que a mensagem introdutória do livro fica assim:

“Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deu para mostrar aos seus servos o que em breve há de acontecer. Ele enviou o seu anjo para torná-la conhecida ao seu servo João, que dá testemunho de tudo o que viu, isto é, a palavra de Deus e o testemunho de Jesus Cristo. Feliz aquele que lê as palavras desta profecia e felizes aqueles que ouvem e guardam o que nela está escrito, porque o tempo está próximo. João às sete igrejas da província da Ásia: A vocês, graça e paz da parte de Deus Pai, do Espírito Santo, e de Jesus Cristo, que é a testemunha fiel, o primogênito dentre os mortos o soberano dos reis da terra. Ele nos ama e nos libertou dos nossos pecados por meio do seu sangue. E nos constituiu reino e sacerdotes para servir a Deus e Pai. A ele sejam a glória e poder para todo o sempre! Amém. Eis que ele vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que transpassaram, e todos os povos da terra se lamentarão por causa dele. Assim será amém. “Eu sou o Inicio e o Fim, diz o Senhor Deus, o que é, o que era e o que há de vir, o Todo-poderoso”. Eu, João, irmão e companheiro de vocês no sofrimento, no Reino na perseverança em Jesus, estava na ilha de Patmos por causa da palavra de Deus e do testemunho de Jesus. No domingo achei-me no Espírito e ouvi por trás de mim uma voz forte, como de trombeta, que dizia: “Escreva num livro o que você vê e envie a estas sete igrejas: Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia e Laodicéia”. Voltei-me para ver quem falava comigo. Voltando-me vi Jesus entre as Igrejas, como Sacerdote e Rei, Santo, com sua visão acurada, oniciênte, forte, com autoridade e soberania. Tinha autoridade sobre os pastores das igrejas, e Majestade e poder para julgar através de sua palavra. Quando o vi, caí aos seus pés como morto. Então ele colocou sua mão direita sobre mim e disse: “Não tenha medo. Eu sou o Autor e consumador. Sou aquele que Vive. Estive morto mas agora estou vivo para todo o sempre! Eu controlo a vida, a morte e o inferno. “Escreva, pois as coisas que você viu, tanto as presentes como as que acontecerão. Este é o mistério dos Pastores e das Igrejas”.



Percebam como ficou mais fácil entendermos o primeiro capítulo do apocalipse!! Na próxima segunda estudaremos o segundo capítulo, aguardo vocês com seus comentários, críticas, dúvidas e sugestões.

Um grande abraço, fiquem na Paz do Senhor Jesus,


Marcio André

Um comentário:

MR. disse...

Parabéns!!!!!!!!!!!!!Querido irmão.
Vc, tem se colocado nas benditas mãos de Deus. E com sabedoria vc tem entendido o chamado de Deus em sua vida.
Este estudo é esclarecedor, e muito verdadeiro.
Que a cada dia vc possa estar mais ligado com o nosso Deus, esvaziando-se de si mesmo, para que a voz de Deus penetre cada vez mais no seu coração. Que Deus te abençoe hoje e sempre.

Te amo, em Cristo Jesus.
Neusa.